Untitled Document
Untitled Document



DUQUE DE CAXIAS
Para honra e glória do Grande Arquiteto do Universo (Deus-Pai).

“Ninguém tem mais amor pelos seus amigos do que aquele que dá a sua vida por eles” (João, 15.12). Creio no Senhor Deus-Pai, Criador do Céu e da Terra; em Jesus Cristo, Seu único filho, e nosso senhor, que foi concebido pelo poder do espírito santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morte e sepultado, ressuscitou ao terceiro dia, subiu para o Céu, de onde virá para julgar os vivos e os mortes, e creio em Deus-Espírito Santo. Tudo pela Pátria Brasileira, Brasil!


Luís Alves de Lima e Silva, Duque de Caxias, foi militar fluminense e maçom histórico nacional, de saudosa memória, nascido em 28 de agosto de 1803 e falecido em7 de maio de 1880. Comandou as forças brasileiras na Guerra do Paraguai e recebeu do Imperador, Dom Pedro II, o maior título de nobreza dado a um brasileiro.

O Duque de Ferro, o Duque Pacificador. Patrono do Exército brasileiro, já que foi o maior e melhor soldado do nosso País, servindo de exemplo para toda a Força Terrestre até hoje.

O Exército brasileiro adestra-se, atento à defesa da Pátria – sua missão mais nobre – mantendo-se em permanente estado de prontidão para dissuadir intensões hostis e preservar sua soberania. Para isso, nosso Exército transforma-se – novos materiais, nova doutrina, novas capacidades – e ganha maior estrutura dissuasória, prepara-se para atuar em ambientes de elevado grau de incerteza, interconectado, cibernético e pejado de ameaças dinâmicas e imprevisíveis. Nessa empreitada, temos contado com o apoio atento dos Poderes da República Federativa o Brasil.
O nosso glorioso Exército, como acima mencionado, tem por patrono o insigne Duque de Caxias, o Pacificador, e permanece unido, forte, com o mesmo destemor dos heróis de Guararapes, pronto para travar todas as batalhas, necessárias, para contribuir com a construção do progresso, com a manutenção da ordem e com a preservação da paz desta Grande Nação, a quem serve, e confiante no futuro da Pátria Amada.

A unidade da Pátria querida, seus valores, sonhos e esperanças gestados em Guararapes, têm sido preservados por todos nós, brasileiros - com ou sem fardas. Desta certeza, brota a permanente motivação para se lutar por um Brasil cada vez melhor, para os nossos filhos e netos, gerações afora. Para tanto, o nosso Exército investe na sua operacionalidade e no seu profissionalismo, revelados no cumprimento de todas as missões que recebe e nas virtudes militares que pratica, tornando-se credor de confiança e respeito.

Este articulista torna pública, sempre, a sua saudade do tempo em que serviu ao Exército brasileiro, no então 24º Batalhão de Caçadores, em nossa querida cidade de São Luís do Maranhão, Patrimônio Cultural da Humanidade, de 20 de junho de 1959 a 09 de outubro de 1963 e, com este Grande Jornal Pequeno, com a publicação deste artigo, presta mais esta pequena homenagem ao Insigne Patrono da querida Força Terrestre do nosso País e ao nosso glorioso Exército.

Este artigo foi digitalizado após pesquisa deste articulista.

Viva a memória do Ilustre Irmão Maçom e líder militar brasileiro Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, Patrono do nosso Exército Brasileiro!

Salve a Venerável Pátria, Brasil! SL, 25/02/2020.

Rogo ao Grande Arquiteto do Universo para que ilumine e guarde os soldados do glorioso Exércitoe todos nós, brasileiros.

*Colaborador, registro DRT/MA nº 53. Honorífico Infante e Legionário, títulos esses recebidos solenemente dos respectivos Comandantes do então 24º Batalhão de Caçadores, em São Luís – MA. Site www.osvaldopereirarocha.com.br




Clik no link do menu ao lado para ver as fotos relacionadas ao tema Exército Brasileiro

"Não existe caminho para a paz. A paz é o caminho"