Untitled Document

SEGURANÇA NACIONAL

Na noite de 19 de março de 2008, a partir das 19:00 horas, tive o privilégio de participar de uma brilhante e histórica palestra do Tenente – Coronel do Exército Brasileiro Carlos Henrique Guedes, comandante do 24º Batalhão de Caçadores / Batalhão Barão de Caxias, que se fez acompanhar de sua esposa, do seu colega Chefe da 27ª Circunscrição do Serviço Militar e de outros Oficiais do Exército, presente o Capitão-de-Mar-e-Guerra (T) Luiz Carlos de Melo (oficial mais antigo em terras maranhenses), capitão dos Portos do Maranhão, acompanhado de outros Oficiais da Marinha do Brasil, prova da união e da amizade existente entre as Forças Armadas do Brasil no Maranhão e no restante do nosso País, na Associação Comercial do Maranhão, presidida pelo empresário José de Ribamar Barbosa Belo. O tema da referida palestra foi “Segurança Nacional”, com ênfase para a vasta e rica, mas também problemática região amazônica, grande parte do território nacional, abordado com maestria pelo ilustre palestrante, que demonstrou cabalmente que o Brasil não está de braços cruzados, mas, ao contrário, atento e vigilante, dispondo de forças marítimas / fluviais, terrestres e aéreas ao longo das fronteiras do norte do País.

Foi destacada a desproporção entre as representações das entidades oficiais nacionais do Brasil e das organizações não governamentais do país e do estrangeiro estas em grande maioria, quando das decisões sobre assuntos da mais alta importância para a Segurança Nacional (cada uma destas com representação, enquanto a entidade nacional só dispõe de um representante, ficando, por isso mesmo, em larga desvantagem nas deliberações). Problemas de várias ordens foram apontados, como o desmatamento e a venda irregulares de madeira; a exploração de minerais e o fato de vastas regiões internas pertencentes aos índios serem franqueadas a estrangeiros e proibidas a brasileiros, visto que os primeiros têm livre acesso às mesmas, enquanto os segundos, nelas não podem penetrar.

Foi mencionada a difícil permanência (e sobrevivência), dos grupamentos militares na grande região amazônica, essencialmente desabitada, vivendo eles, como os índios, também à custa da pesca e da caça, etc.

Ao comando de Brasil! E resposta imediata dos oficiais presentes: Selva!!! Ou Selva! E resposta Brasil!!! Foram demonstrações emocionantes de patriotismo, que empolgaram a todos e a todas.

Ao final de sua palestra o comandante Guedes foi alvo de intensa salva de palmas e, em seguida, franqueada a palavra, alguns dos presentes se manifestaram, dentre estes o Chefe da 27ª CSM, oficial superior do Exército brasileiro, que serviu por longos anos da referida região e deu seu testemunho das dificuldades apontadas pelo palestrante; o empresário e rotariano do Rotary Club de São Luís, Douglas Pereira de Pinho, cumprimentando o palestrante pelo seu desempenho exemplar, que resultou em verdadeira aula para todos os presentes; o empresário Almir de Matos Pacheco Serejo, também rotariano, este do Rotary Club São Luis – Praia Grande, o clube deste articulista, que, igualmente, cumprimentou o palestrante pela sua competência, conhecimento de causa e desempenho do seu mister de Militar do Glorioso Exército Brasileiro e também discorreu sobre a visita ao 24º BC, que recentemente fizera, em companhia dos companheiros rotarianos Osvaldo Rocha, Douglas Pinho e Edson Lopes Filho, sendo muito bem recebidos pelo Ilustre Comandante e toda tropa; e o Dr. Alberto José Tavares Vieira da Silva, que fez uma síntese do que ouvira e cumprimentou o palestrante pela excelente palestra proferida.

Com os agradecimentos do Presidente da ACM ao Comandante do 24º BC, pela excelente palestra, e aos demais, por suas presenças, foi encerrada a reunião da entidade dos empresários maranhenses, seguida de intensos aplausos.
Publico, finalmente, que no dia 29/03/08 aconteceu em São Luís do Maranhão, com ótima freqüência, o seminário de treinamento rotário do Distrito 4490, do Rotary International, coordenado pela Governadora Eleita Eulália das Neves Ferreira e executado pelo Instrutor Distrital Júlio Jorge Lóssio, mas esta é outra história.

Obs. Publicado em o Jornal Pequeno, edição de 01/04/2008.

Clik no link do menu ao lado para ver as fotos relacionadas ao tema Exército Brasileiro

"Não existe caminho para a paz. A paz é o caminho"