Untitled Document


LANÇAMENTO DE LIVRO E ANIVERSÁRIO

Quando da abertura da noite de autógrafo do meu 8º livro e da comemoração do meu 69º aniversário (20/03/2008), na sede do Grande Oriente Autônomo do Maranhão (GOAM), na capital maranhense, este articulista se manifestou da seguinte forma:
Autoridades presentes ou representadas; meus familiares de sangue e maçônicos; companheiros e companheiras de Rotary; confrades do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão; colegas do Ministério do Trabalho e Emprego; convidadas e convidados especiais, boa noite.

Devemos sempre agradecer, como o faço agora, ao Grande Arquiteto do Universo pela vida e saúde e, especialmente nesta noite, por nos possibilitar a participação neste evento singular, todavia aconchegante.

Nasci em 20 de março de 1939, na Fazenda Santa Cruz, interior de Pedreiras, Maranhão, filho de Antonio da Silva Rocha e Luiza Pereira Rocha, ambos falecidos e de saudosa memória.

Em dezembro de 1959, depois de concluir o curso elementar (primário) cheguei em São Luís para continuar os estudos e trabalhar, e por aqui fiquei, mesmo depois de aposentado do serviço público federal, por tempo de serviço.

E em 12 de dezembro de 2000 me foi concedido pelo Câmara Municipal, o Título de Cidadão de São Luís (Decreto Legislativo nº 031/2000), aprovado pela unanimidade dos edis presentes, proposta do Exmo. Sr. Vereador José Joaquim Guimarães Ramos, título este que me foi entregue solenemente em abril de 2001.

Ante o exposto, tenho a dupla honra de ser cidadão natural de Pedreiras e honorário de São Luís do Maranhão.

Hoje, além de comemorar mais um aniversário, com a felicidade de contar com as presenças de meus familiares e de meus sinceros amigos (e diletas amigas), tenho a inusitada satisfação de lançar mais um livro, este com o título de “CARNAVAL DA MINHA JUVENTUDE e outras crônicas, discursos e relatos”, tendo escolhido este Salão de Eventos do GOAM pela minha afinidade com a Ordem Maçônica desde os idos de agosto de 1968, mas sem esquecer de convidar os meus amigos e amigas do Rotary, do IHGM e da AITEMA, além de outros que vou nominar para não pecar pela omissão, que me honram com suas presenças.

“Um livro aberto, é um cérebro que fala; fechado, um amigo que espera; esquecido, uma alma que perdoa; destruído, um coração que chora” (autor desconhecido). “Um país se faz com Homens e livros” (Monteiro Lobato).

Em atos e fatos importantes (páginas 26 a 40), faço uma síntese do que me veio à memória, no afã de passar para a posteridade acontecimentos alegres e tristes da minha vida, nestes quase 70 anos de existência.

“Enfim, esta obra é daquelas cuja leitura aconselho, convicto de sua utilidade e de que agradará, não só a um público especializado, mas a quantos se dediquem à história e a quantos cultivem os valores da família e da fraternidade, postergados, hoje em dia, pela ambição do TER, em lugar do SER” (palavras finais do prefácio, de autoria de Raimundo Ferreira Marques).

Em uma noite como esta, não se sente o peso da idade, mas a alegria e a felicidade de rever e abraçar pessoas queridas.
Obrigado a todos pela honra de suas presenças!

Na oportunidade, também se manifestaram Plínio Ferreira Marques, Grão-Grão ‘Ad Vitam” do GOAM, ex - Presidente da COMAB e ex - Presidente da Academia Maçônica Maranhense de Letras, se dizendo muito feliz pelo duplo acontecimento e discorrendo sobre a vitoriosa vida maçônica deste seu irmão, confrade e amigo Osvaldo Pereira Rocha, além de ler uma mensagem do Soberano Grão-Mestre do GOAM, Irmão, Confrade e Amigo Raimundo Ferreira Marques, que se encontra em Fortaleza, Ceará, com a Família, com o seguinte teor:

“Caríssimo Irmão e amigo Osvaldo Rocha,

Tenho certeza que você sabe o quanto me custa não estar compartilhando com você e com os demais irmãos e amigos, das justas alegrias conseqüentes do lançamento de mais uma obra literária de sua lavra.

O Maranhão da cultura, a São Luís dos panteões, berço dos poetas e dos escritores, nesta noite enriquece seu acervo bibliográfico. A literatura da Atenas Brasileira robustece-se. Tudo, graças aos seus indiscutíveis pendores para os livros.
Quando você me concedeu a honra de, à guisa de prefácio, tecer comentários sobre a obra que está sendo entregue nesta noite à sociedade maranhense, concedeu-me, ao mesmo tempo, de rebarba, a glória da imortalidade que você já conquistou, com as obras literárias que já ornamentam São Luis, o Patrimônio da Humanidade. Este livro consagra seu valor cultural e sua dedicação às letras.

Sem poder estar presente, neste momento de autêntica tertúlia cultural, em virtude de viagem programada pelos meus filhos, sem que me desse conta de que este dia 20 de março, seria uma quinta – feira santa, resta-me desejar, valendo-me dos préstimos do nosso querido irmão Plínio Marques, consagrador sucesso a mais esta obra, que resulta de suas crônicas e escritos memoráveis, onde despontam com merecido destaque, a Maçonaria e o Rotary, duas respeitáveis instituições, que se impuseram ao mundo pelos seus feitos no campo da filantropia, da benemerência e do civismo.

Parabéns meu amigo e irmão!

Seu admirador, Raimundo Ferreira Marques”.


Douglas Pereira de Pinho, ex-presidente do Rotary Club de São Luís, clube padrinho do meu querido Rotary Club São Luís – Praia Grande, que teceu considerações sobre a vida rotária e profissional deste seu companheiro e amigo desde a década de 60 Osvaldo Rocha, ex-presidente do seu clube e atual Governador Assistente do Distrito 4490 do Rotary International, tendo, ao final, me desejado toda felicidade do mundo, além de uma Feliz Páscoa, extensiva aos meus familiares.

Riba Um, que falou em nome da Diretoria do Jornal Pequeno cumprimentando este jornalista - colaborador e escritor Osvaldo Rocha, grande amigo da Sra. Hilda Marques Bogéa, que escrevo semanalmente no referido matutino, além de desejar-me sucesso no lançamento de mais uma obra literária e Feliz Aniversário.

E a presidenta do IHGM, confreira Eneida Vieira da Silva Ostria de Canedo, falando sobre a atuação do aniversariante naquele sodalício.

Em face desses pronunciamentos, tive que voltar a fazer uso da palavra para agradecer seus autores por suas gentis palavras, ditadas pelos seus corações; agradecer a presença das famílias (de sangue, nas pessoas dos irmãos João Pereira Rocha, aniversariante do dia 19/03/08 e Jurandí Pereira Rocha, que vieram de Brasília-DF especialmente para o evento, da mana LILI, do irmão e compadre Antonio da Silva Rocha Filho, da companheira Marlene, filhos, filhas, netos, netas, genro, nora e outros e outras parentes e parentas), e maçônica (irmãos do GOAM, do GOB/MA e da GLEMA, da Academia Maçônica Maranhense de Letras – AMML e do Instituto Histórico da Maçonaria Maranhense - IHMM, cunhadas, sobrinhos, sobrinhas, destacando a presença da cunhada Fátima de Santana, viúva recente do saudoso irmão Carleônidas Magalhães de Santana e seus filhos).

Agradecer, igualmente, pelas presenças das companheiras e dos companheiros de Rotary, lideradas pela Governadora Eleita do Distrito 4490, do RI, Eulália das Neves Ferreira, pelo presidente do Rotary Club de Paço do Lumiar – Maiobão, Luiz Inocêncio Cantanhede e pelo meu grande amigo Dilson Tavares da Silva; das confreiras Eneida Vieira da Silva Ostria de Canedo, também pelas suas palavras de elogios a mim, e Joseth Coutinho Martins de Freitas, presidenta e vice, respectivamente, do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão – IHGM; do Oficial do Exército, acompanhado de sua esposa, que representou o Comandante do 24º BC, o meu mais recente amigo Tenente – Coronel Carlos Henrique Guedes e do colega de Ministério do Trabalho e Emprego (SRTE/MA) José de Ribamar Carvalho.

Agradecer, finalmente, ao irmão e amigo Nilzael Barreto Santos, que conduziu e muito bem o cerimonial destes dois eventos e às jovens Valdene e Karla, que prestaram colaboração no processo de lançamento do aludido livro.

Uma Feliz Páscoa para todos e todas!

Em seguida, convidou para o corte do bolo confeitado, seguido de jantar.

*Colaborador (Registro DRT/MA 53). E-mail: rocha.osvaldo@uol.com.br




Para saber mais sobre este e outros lançamentos click nos links "livros"

"Não existe caminho para a paz. A paz é o caminho"