Untitled Document


O QUE É SER MAÇOM

“Se extinguirmos a vaidade, a Maçonaria será perfeita e una”. Vaidade, logicamente, do homem maçom. No Moderno Dicionário da Língua Portuguesa, Michaelis 2000, volume 2, “Maçom é o Iniciado na Maçonaria; pedreiro-livre”.



Pessoas que me conhecem perguntam-me como devem proceder para ingressar na Maçonaria e eu lhes respondo, uma a uma, o seguinte: se você ainda não foi indicado por um amigo maçom, que lhe conhece o caráter, deve pedir a um Maçom do seu bairro, do seu trabalho ou da sua profissão, que saiba do seu modo de viver em família, na sua profissão e em sociedade, para lhe propor, informando-lhe os seus dados pessoais e o mais que ele lhe pedir. Depois, aguarde, por até seis meses, uma manifestação maçônica.

Recentemente, fui abordado por um senhor que, de pronto, me perguntou o que é ser maçom, adiantando que sabia que sou maçom; dois dias depois outro homem me perguntou a mesma coisa. A ambos respondi em poucas palavras, ou seja, que ser Maçom é haver sido Iniciado em uma Loja Maçônica; é Amar a Deus, a Pátria e a Família, além de ser adepto da trilogia Liberdade, Igualdade e Fraternidade, que deu origem à Revolução Francesa em 1789.

Existem diversas definições do que é Ser Maçom, tais como as seguintes: Ser Maçom de fato e de direito é ser amante da virtude, da sabedoria, da justiça e da humanidade; é ser amigo dos pobres e desgraçados, dos que choram, pelo sofrimento; dos que têm fome e sede de justiça; é querer a harmonia das famílias, a concórdia dos povos, a paz do gênero humano; é derramar por todas as partes os esplendores divinos da instrução; é educar a inteligência para o bem, conceber os mais belos ideais do Direito, da moralidade e do amor, e praticá-los.

Ser Maçom é levar à prática aquele formosíssimo preceito de todos os lugares e de todos os séculos que diz com imensa ternura aos seres humanos, indistintamente, do alto de uma Cruz e com os braços abertos ao mundo: “Amai-vos uns aos outros, formai uma única família, sede todos irmãos!”.

É olvidar as ofensas que se nos fazem; ser bom até mesmo para com os adversários e inimigos; não odiar a ninguém; praticar a virtude constantemente, pagar o mal com o bem. É amar a luz e aborrecer as trevas; é ser amigo da Ciência e combater a Ignorância, render culto à Razão e à Sabedoria. Ser Maçom é praticar a Tolerância, exercer a Caridade, sem distinção de raças, crenças ou opiniões; é lutar contra a hipocrisia e o fanatismo; ser maçom é respeitar as opiniões alheias sem procurar impor as suas, pela violência.
Em síntese, é ser livre e de bons costumes; é procurar realizar, enfim, o sonho áureo da Fraternidade Universal entre os homens, procurando ser justo e perfeito.
Os Maçons se respeitam mutuamente, pelo que valem e pelo dão de si à comunidade; e no âmbito da Instituição Maçônica, pelos cargos que exercem. Não são os que gritam mais alto que melhor se fazem ouvir.

*Grão-Mestre AD VITAM do Grande Oriente Autônomo do Maranhão – GOAM e Grande Inspetor Geral da Ordem (Grau 33º do REAA). E-mail: rocha.osvaldo@uol.com.br e site www.osvaldopereirarocha.com.br

Para ver as fotos relacionadas a este e outros assuntos click em menu, no link maçonaria.

 

"Não existe caminho para a paz. A paz é o caminho"