Untitled Document


FELIZ NATAL DE 2019

Para honra e gloria do Grande Arquiteto do Universo (Deus Pai). “Como é bom e agradável que os povos de Deus vivam em união! É como o azeite perfumado sobre a cabeça de Arão, que desce pelas suas barbas e pela gola do seu manto sacerdotal! É como o orvalho do monte hermom, que cai sobre os montes de Sião, pois é em Sião que o Senhor Deus dá a Sua bênção, a vida para sempre”. (Bíblia Sagrada - Salmo 133 – Canção de peregrinos, de Davi).

Aproxima-se o dia 25 de dezembro, quando comemoramos o aniversário de nascimento de Jesus Cristo, o Deus Filho, o Natal das crianças, há mais de 1.600 anos; quando são renovadas as nossas esperanças por dias melhores, de mais saúde, segurança, amor e paz. Mas, para tanto, devemos estar preparados, com os espíritos desarmados, com a consciência tranquila do dever cumprido.O Menino Deus trouxe luz para o mundo. Haja luz! Deus é vida, carinho, amor, verdade, misericórdia.

Foi no final do século IV depois de Cristo, que se começou a festejar o nascimento do Menino Jesus, tendo o Papa Júlio I fixado a data de 25 de dezembro, já que se desconhecia a respectiva data do nascimento do Deus Filho.

Aniversariar é nascer de novo; iniciar nova vida, vida de fé e esperança... Precisamos rezar. Precisamos orar. No mundo de hoje, quanta gente acaba perdendo a esperança e a fé, só porque não reza, não ora. Só então poderá comprovar como é verdadeira a promessa de Jesus Cristo: “Tudo quanto pedirdes, orando, credes que o recebereis e o obtereis” (Mc 11,24).

Precisamos aumentar a nossa fé. Jesus disse à multidão que O ouvia “em verdade, em verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o Seu sangue, não tereis a vida em vós”. E ao ouvirem essas palavras, muitos se escandalizaram e se retiraram dizendo: Mas, como pode isso ser? É demais! É abusar da nossa paciência. Quem poderá ouvir essa linguagem?

Jesus, porém, não retirou nada do que disse. Deixou-os partir e quando Se viu só com os Apóstolos perguntou-lhes se O queriam abandonar. Foi como se lhes dissesse: Não duvideis! Acreditai que um dia vos darei a comer a Minha carne. E, se não acreditais, retirai-vos também.

Foi então que São Pedro, numa efusão de fé e de amor, exclamou: “Senhor, mais a quem iremos? Só Vós tendes palavras de vida eterna”.

O Natal deve ser o dia mais importante do ano. Façamos nós um Natal de Fé e de Esperança e digamos: Sim, Senhor Jesus, nós acreditamos que estais presente no Santíssimo Sacramento. Cremos. Deus nos reuniu no amor de Cristo!

Os leitores e as leitoras deste artigo devem se conscientizar que a Festa Natalina não significa excesso de compras, de presépios luxuosos, exagero de comidas ou bebidas... Aliás, cada um dos participantes deve beber apenas meia taça de vinho e comer um pedaço de pão. Não devem esquecer, jamais, de saudar dignamente o Aniversariante, Jesus Cristo, razão única da festa.

Maçonaria é uma sublime instituição mundial e, não, uma religião. Acolhe homens de bem de quaisquer das religiões, pois reconhece a importância de cada uma delas e respeita o conceito que elas têm de Deus, para nós, Maçons, o Grande Arquiteto do Universo. Seus fins supremos são Liberdade, Igualdade e Fraternidade.

Rogo a Ele, pelo Seu Divino Filho, Jesus Cristo, que continue nos iluminando e guardando.Feliz Natal para todos e todas! SL, 30/11/2019.

*Colaborador, registro DRT/MA nº 53. Grão-Mestre “Ad Vitam” do GOEMA e Grande Inspetor Geral da Ordem, Grau 33. E site www.osvaldopereirarocha.com.br

"Não existe caminho para a paz. A paz é o caminho"