Untitled Document

Untitled Document


GRACILIANO RAMOS

Para honra e glória do Grande Arquiteto do Universo (Deus Pai). “Como é bom e agradável que os povos de Deus vivam unidos como se todos fossem irmãos! É como o azeite perfumado sobre a cabeça de Arão, que desce pelas suas barbas e pela gola do seu manto sacerdotal. É como o orvalho do Monte Hermom que cai sobre os montes de Sião, pois é em Sião que o Senhor Deus dá a Sua bênção, a vida para sempre”. (Salmo 133 – Canção de peregrinos).

“Nós temos visto e damos testemunho de que o Pai enviou o Seu Divino Filho como Salvador do Mundo”. (1 João 4.14). Jesus Cristo morreu na Cruz para perdoar nossos pecados e nos salvar. Oremos diariamente em agradecimento por tudo que temos recebido e pela proteção de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo, e de Nossa Senhora de Fátima, de quem sou devoto.

Com este artigo, elaborado mediante pesquisa, faço uma síntese da biografia de Graciliano Ramos de Oliveira, ou simplesmente Graciliano Ramos, um dos maiores escritores brasileiros (1892-1953). O romance “Vidas Secas” foi sua obra literária de maior destaque. É considerado o melhor ficcionista do Modernismo e o prosador mais importante da segunda metade do Modernismo. Recebeu prêmio da fundação William Faulkner, dos EEUU, pela
supracitada obra “Vidas Secas”. Também foi jornalista.

Graciliano Ramos nasceu em 27 de outubro de 1892, na cidade de Quebrangulo, sertão do Estado de Alagoas e faleceu em 20 de março de 1953, na cidade do Rio de Janeiro - RJ. Deixou viúva Heloisa Leite Augusta de Barros e filhos Ricardo Ramos e Marcos Ramos. Seus livros Vidas Secas (1938) e São Bernardo (1934) foram transformados em filmes.

Viva a Pátria amada, Brasil, Independente de Portugal em 07 de setembro de 1822!

Viva São Luís, Capital do Maranhão, fundada em 08 de setembro de 1612! Viva a
Sublime Maçonaria! E viva a memória de Graciliano Ramos!

Rogo ao Grande Arquiteto do Universo (Deus Pai) para que nos ilumine e guarde. E
quando chegar a nossa hora, nos conduza para a Glória Celestial. “Deus é meu pai e
meu tudo”.

*Colaborador, registro DRT/MA nº 53. Cidadão Natural de Pedreiras – MA e Honorário
de São Luís – MA, Cidade Cultural, Patrimônio da Humanidade (Decreto Legislativo nº
031/2000 – DO de 19/12/2000 - Diploma entregue solenemente

Clik no link do menu ao lado para ver as fotos relacionadas a este e outros temas

"Não existe caminho para a paz. A paz é o caminho"