Untitled Document

IMPORTANTES DATAS DE JULHO
Para glória do Grande Arquiteto do Universo.

No dia 14 de julho minha querida irmã e comadre Zuleide Pereira Rocha Lopes, completou 81 anos de feliz existência, ao lado dos seus entes queridos e, por isso, aproveito a oportunidade, para parabenizá-la e pedir ao Pai Celestial para que a ilumine e guarde por mais muitos de anos. Já no dia 22 deste mês aniversaria o meu netinho Luiz Fernando de Sousa Rocha, nascido em 22/07/2016 pelo que peço a Deus para que lhe dê mais muitos anos de vida, amor e paz.

Em 28 de julho de cada ano os maranhenses comemoram duas importantes datas, ou seja, a Adesão do Maranhão à Independência do Brasil, fato este que aconteceu no dia 28/07/1823, há 195 anos, portanto, embora a nossa Independência tenha sido declarada em 07/09/1822, isto é, quase um ano antes, como é do conhecimento de quase todos os brasileiros, feita pelo célebre brado de “Independência ou Morte”, proferido por Dom Pedro I, no Riacho Ipiranga, em São Paulo; e a criação da Capitania dos Portos do Maranhão, órgão regional do Ministério da Marinha, em 28/07/1846, hoje Capitania de 1ª Classe, criação essa que está completando exatos 172 anos de profícua existência neste 28/07/2018, em face da sua efetiva atuação na prevenção de acidentes / salvaguarda da vida humana no mar e vias interiores navegáveis.

No referido ano de 1823, São Luís do Maranhão era uma das quatro cidades mais conhecidas e importantes do Brasil e, devido à estreita ligação dos comerciantes portugueses com a Coroa Lusitana, houve resistência à adesão supracitada. Contudo, as tropas de Portugal instaladas em São Luís do Maranhão acabaram sendo cercadas por terra e pelo mar e, por isso mesmo, não tiveram alternativas, senão renderem-se.

Assim sendo, nosso Estado deixou de ser Colônia de Portugal e passou a ser Província do Império do Brasil.

Em 02/10/1964, o Governador do Maranhão, Newton de Barros Bello, sancionou a Lei nº 2.457, publicada no Diário Oficial do Estado de 07/10/1964, que criou a data da adesão do Maranhão à Independência do Brasil como feriado estadual.

Infelizmente, muitos maranhenses, desconhecem as duas importantes datas, todavia, especificamente quanto a adesão, esta é comemorada todos os anos pelo Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão – IHGM e, com relação à Capitania dos Portos, esta promove anualmente cerimônias cívico-militares, com seus Oficiais e Marinheiros em geral e servidores civis, em conjunto com a comunidade marítima, pesqueira e portuária, ou seja, as empresas marítimas, pesqueiras e portuárias, a Sociedade Amigos da Marinha – SOAMAR e os sindicatos patronais e de trabalhadores das áreas aludidas participam das mencionadas cerimônias cívico-militares todo ano; inclusive este articulista, que por vários anos, delas participei, com grande emoção e patriotismo. E autoridades públicas em geral, civis e militares, assim como a imprensa em geral, inclusive o Jornal especializado da área, Portos-MA, editado pelo Jornalista Carlos Andrade, de nossa querida São Luís, Cidade Cultural, Patrimônio da Humanidade, prestigiam-nas com suas presenças, e as divulgam pelos vários meios de comunicação, respectivamente.

Rogo ao Grande Arquiteto do Universo para que continue nos abençoando.

*Colaborador, registro DRT/MA nº 53. Amigo da Marinha, Mérito Tamandaré (Marinha do Brasil) e Leme da Amizade e Tripulante Honorário da Capitania dos Portos do Maranhão. Site www.osvaldopereirarocha.com.br

*Jornalista Colaborador, registro DRT/MA nº 53 Site www.osvaldopereirarocha.com.br
OBS. Postado no JB News – Informativo nº 2.347, de 03/032017.

Clik no link do menu ao lado para ver as fotos relacionadas a este e outros temas

"Não existe caminho para a paz. A paz é o caminho"