Untitled Document


Untitled Document


JORGE AMADO

Para honra e glória do Grande Arquiteto do Universo (Deus Pai). Deus está vivo e existe dentro de cada um de nós. “Até aqui o Senhor nos ajudou” (1 Samuel 7.12). “Aprendamos a amar as pessoas e usar as coisas e, não, amar as coisas e usar as pessoas”. “Que a verdadeira luz nos guie no caminho da virtude e nos renove constantemente”.

Mediante pesquisa, pretendo sucintamente falar sobre o escritor, jornalista e político brasileiro Jorge Leal Amado de Faria ou simplesmente Jorge Amado, que nasceu em Itabuna – BA em 10 de agosto de 1912 e faleceu em Salvador – BA em 06 de agosto de 2001. Foi um dos mais famosos e traduzidos romancistasbrasileiros de todos os tempos e o autor mais adaptado do cinema, do teatro e da televisão. Por tudo isso, assunto de interesse público, principalmente dos estudantes.

Verdadeiros sucessos como Dona Flor e Seus Dois Maridos, Tieta do Agreste, Gabriela Cravo e Canela, Teresa Batista Cansada de Guerra e Tenda dos Milagres foram criações suas, e outras como O país do carnaval; Cacau; Suor; Mar Morto; Terras do sem-fim e Farda, fardão e camisola de dormir. Sabe-se que suas obras literárias somam 49, que formaram livros, que foram traduzidos em 80 países, em 49 idiomas, bem como em braile e fitas gravadas para cegos.

Integrou os quadros da intelectualidade comunista brasileira, desde o final da primeira metade do século XX – ideologia presente em várias obras, como a retratação dos moradores do trapiche baiano em Capitães de Areia, de 1937. Em 1995, já descrente dos resultados práticos do comunismo, deixou o Partido Comunista Brasileiro, despejando fortes críticas à ideologia comunista.

Residiu no Rio de Janeiro; viajou pela Europa, chegando a ir à China e Mongólia e escreveu ‘O mundo da paz’ onde fez referências aos supracitados países.

Jorge Amado só foi superado, em número de vendas, pelo escritor Paulo Coelho. Mas em seu estilo, o romance ficcional, não há paralelo no Brasil. No ano de 1994 teve sua obra literária reconhecida com o Prêmio Camões. Integrou o movimento literário denominado Modernismo.

Foi membro da Academia Brasileira de Letras; recebeu merecidos títulos e homenagens, inclusive do candomblé, de uma mãe de santo, graças ao seu estilo literário – romance, crônica, fábula, conto.E foi casado com Matilde Garcia Rosa Zélia Gatai e teve os seguintes filhos: João Jorge Amado, Paloma Jorge Amado e Eulália Dalila Amado.

Viva ao imortal Jorge Amado e suas obras literárias, viva!

Com a permissão dos leitores e leitoras, informo que neste dia 07 de agosto de 2020, completo 52 anos de Iniciado na Sublime Ordem Maçônica, com a proteção Divina, na Augusta a Respeitável Loja Simbólica ’17 de Outubro’, do então Grande Oriente do Maranhão – GOM, hoje Grande Oriente do Brasil no Maranhão – GOB-MA.

Agradeço ao Grande Arquiteto do Universo por todas as dádivas recebidas. É por meio do seu Divino Filho, Jesus Cristo que o faço. E Rogo-Lhe que nos ilumine e guarde, e nos livre da Covid-19. SL, 07 de agosto de 2020.

*Colaborador, registro DRT/MA nº 53. Advogado (OAB/MA nº 961), escritor (23 livros e 02 cadernos especiais publicados) e Auditor-Fiscal do Trabalhoaposentado por tempo de serviço. Site www.osvaldopereirarocha.com.br

Clik no link do menu ao lado para ver as fotos relacionadas a este e outros temas

"Não existe caminho para a paz. A paz é o caminho"