Untitled Document


MODESTA OPINIÃO
Para honra e glória do Grande Arquiteto do Universo

“A democracia é o governo do povo, pelo povo e para o povo” (Abraham Lincoln). “Brasil acima de tudo e Deus acima de todos” (Jair Bolsonaro). “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a rir-se da honra, desanimar da virtude e a ter vergonha de ser honesto” (Rui Barbosa). ”Ordem e Progresso” (Bandeira Nacional do Brasil).

Este articulista votou em 2018 para Presidente da República Federativa do Brasil no candidato eleito, o Exmo. Senhor Presidente Jair Messias Bolsonaro, pelos seguintes motivos: porque é fã das Forças Armadas do Brasil, nossas forças, Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Aeronáutica Militar; e porque acreditou e continua acreditando na intensão do nosso Presidente de reduzir o desemprego, melhorar a segurança pública, a saúde, a educação e aprimorar o combate à corrupção em nosso País, batalhando pelo desenvolvimento da nossa Pátria.

Para tanto, Sua Excelência precisa promover reformas, tais como a da Previdência Social, da Segurança, da Saúde Pública, da Educação e a Tributária, mas depende de aprovação do Congresso Nacional e aí acho que ele, mesmo com boas intenções, mas sem experiência de Poder Executivo, já que apenas exerceu mandatos de deputado federal, se equivocou em prestigiar mais as respectivas bancadas do que os partidos políticos, quando se sabe, mesmo sendo leigo no assunto, como este articulista, que os deputados federais e os senadores da República têm por cabeças ou líderes osrespectivos presidentes das duas supracitadas casas legislativas e os presidentes dos partidos.

Por essas razões, pelo que se extrai do noticiário nacional, na modesta opinião deste articulista, Sua Excelência está encontrando dificuldades em aprovar suas primeiras reformas, necessárias para o desenvolvimento deste País. Abre e fecha parêntesis para dizer que serviu ao Brasil no Glorioso Exército, na Organização Militar 24º Batalhão de Caçadores, em São Luís do Maranhão de 20/06/1959 a 09/10/1963 e que trabalhou na então Delegacia do Trabalho Marítimo no Maranhão, sendo Delegado o próprio Capitão dos Portos,de 1976 até a extinção das DTMs. Do Exército recebeu diplomas de Honorífico Infante e de Legionário e da Marinha do Brasil de Amigo da Marinha, Mérito Tamandaré, Leme da Amizade e Tripulante Honorário da Capitania dos Portos do Maranhão. Nessas Organizações Militares fez amigos como os Comandantes Newton Duton Burke, Carlos Henrique Guedes e Murilo Neves Tavares da Silva (Exército) e Gustavo Bentenmulle Medeiros Pereira, Elson de Azevedo Burity e Luiz Augusto Oliveira de Freitas (Marinha), quando recebeu elogios por pontualidade, assiduidade, lealdade e estrito cumprimento do dever.

Este articulista e com certeza a maioria do eleitorado brasileiro, esperados Excelentíssimos Senhores Congressistas, Deputados e Senadores,patriotismo e que valorizem o clamordo povo, através das urnas, lembrando-se que a democracia é o governo do povo, pelo povo e para o povo e que, para tanto, também os elegeu ou reelegeu.

Viva a Democracia do Brasil, o Presidente da República e demais dirigentes, nossas famílias e os brasileiros em geral!

Roga ao Grande Arquiteto do Universo para que continue nos abençoando, dando-nos vida com saúde, amor e paz.

*Colaborador, registro DRT/MA nº 53. Idoso. Grão-Mestre “Ad Vitam” do GOAM, hoje GOEMA, Maçom, Grau 33º.
Site www.osvaldopereirarocha.com.br

"Não existe caminho para a paz. A paz é o caminho"