Untitled Document

O ROTARY E A PAZ MUNDIAL

Há 104 anos, mais precisamente em 23 de fevereiro de 1905 (neste ano coincidentemente segunda-feira de carnaval), Paul Percy Harris, advogado e seus três grandes amigos Silvéster Schile, negociante de carvão; Gustavo E. Loehr, engenheiro de minas e Hiram Shorey, alfaiate, que sempre almoçavam juntos, estes acatando a feliz idéia daquele, resolveram criar e criaram um Clube de Serviços.

Desta forma nasceu o Rotary, assim chamado porque as reuniões - almoços dos quatro amigos nem sempre aconteciam no mesmo restaurante, que logo se expandiu, formando o Rotary International, hoje existente em 168 países.
“Rotary é um modelo em miniatura de um mundo em paz. Que poderia ser proveitosamente estudado pelas nações. Os rotarianos acreditam que a aplicação da tolerância e da amizade levaria à paz internacional por todos intensamente desejada” disse Paul Harris em 1941.

Fevereiro, em Rotary, é o mês da compreensão e da paz mundial. É uma ótima oportunidade para refletirmos sobre o relacionamento das pessoas e das instituições. Não existe caminho para a paz, a Paz é o Caminho!

Exemplos da atuação do Rotary em favor da Paz Mundial aparecem a toda hora, com destaque para a participação e verdadeira parceria dos rotarianos com a Organização das Nações Unidas (ONU) desde o surgimento desta entidade. A ONU foi criada após a 2ª Guerra Mundial, com objetivos que guardam uma identidade muito semelhante com os objetivos do Rotary. Este e a ONU advogam exclusivamente o estabelecimento de uma sociedade justa, sem distinção de ideologia ou de raça, com oportunidade para todos e todas.

A ONU tem convicção de que a paz depende de melhores condições de vida e, por isso mesmo, cumpre seu papel de controlar os ânimos mais belicosos, evitando conseqüências mais desastrosas, justamente porque tem em seus princípios básicos a assistência social a todos os seres humanos.

Desde que a ONU foi fundada, o Rotary International tem pontificado seu trabalho em prol da Paz, ora participando diretamente de suas ações, ora se envolvendo no estudo de soluções. Desde 1985, em parceria com a Organização Mundial de Saúde, o Rotary desenvolve um combate sem tréguas para a erradicação da paralisia infantil neste nosso planeta.

Estes fatos são mundialmente conhecidos e reconhecidos, tanto assim é que no dia 8 de novembro de 2008, foram comemorados e reverenciados durante o Dia do Rotary, na ONU, com a presença de mais de 1.500 pessoas na sede das Nações Unidas, em Nova York, e de representantes dos países que fazem parte da ONU, além de outras autoridades mundiais dos mais variados setores e da liderança rotária mundial, conforme foi, à época, noticiado.

Esse trabalho diuturno do Rotary é feito de forma objetiva e clara, com trabalho pela redução da mortalidade infantil, com ênfase especial às áreas de saúde e nutrição, dos recursos hídricos e da alfabetização, além de incentivar os Clubes de Rotary a praticarem ações que façam a diferença no mundo, isto é, mantendo e ampliando seus quadros sociais e através de excelentes administrações.

O escritor Jean J. C. Screiber em seu livro “O desafio americano”, diz textualmente o seguinte:

“Estava ele escrevendo um trabalho, quando sua filha de oito anos insistia em conversar. Para distrair a menina, pegou uma publicação do mapa-múndi que se encontrava em sua mesa, rasgou-a em vários pedaços e entregou-a à filha, para que ela a reconstruísse tal e qual um quebra-cabeças. Achou que desta maneira a ocuparia por muito tempo. Surpreendentemente, a tarefa estava concluída em poucos minutos. ‘Como conseguiu fazer isso tão depressa?’, perguntou à filha. E ela respondeu:’Notei que atrás do mapa havia a figura de um homem. Reconstruindo o homem foi fácil reconstruir o mundo”. Reflita o leitor ou a leitora sobre esta grande lição!

Concluindo, lembro aos leitores de ambos os sexos que a Caminhada pela Paz Mundial realizada pelo Rotary, a cada 23 de fevereiro, com participação de outras entidades, neste ano foi adiada para o dia 7 de março, com a concentração marcada para às 08:00 horas, na Praça Deodoro de onde sairá com destino à Praça João Lisboa.

Clik no link do menu ao lado para ver as fotos relacionadas ao tema Rotary Club Praia Grande

"Não existe caminho para a paz. A paz é o caminho"